Geral
Foto: JFOGURA

Depois dos grandes problemas causados pela falta de chuva vividos em 2020, a Região Sul do Brasil será privilegiada com chuva no verão 2021. O verão 2020/2021 começa astronomicamente às 7h02 do dia 21 de dezembro de 2020 e termina às 6h38 do dia 20 de março de 2021.

Apesar da presença do fenômeno La Niña, com moderada a forte intensidade, a situação de águas mais quentes do que o normal próximo à costa da Região Sul vai facilitar a formação de áreas de instabilidade sobre o Sul do Brasil.

Região Sul – previsão do clima no verão 2021

As áreas de baixa pressão atmosférica que se formam entre o Brasil, o Paraguai e o norte da Argentina, e também a corrente de jato de baixo níveis, estarão ativas durante o verão 2021 gerando nuvens carregadas que avançam muitas vezes sobre a Região Sul do Brasil. O jato de baixos níveis (JBN) tem o importante papel de transportar o ar quente e úmido da região equatorial, do Norte do Brasil, para a Região Sul, que vai ser importante para a formação das áreas de instabilidade.

Tendência de temperatura

De forma geral, a média das temperaturas durante o verão 2021 no Sul do Brasil deve ficar próxima ou acima da normalidade em quase toda a Região Sul.

Há uma tendência de calor bastante acima do normal no extremo oeste/sudoeste do Rio Grande do Sul e no centro-sul gaúcho de janeiro a março de 2021. Para o extremo oeste gaúcho é possível que tenhamos alguns dias com calor bastante intenso, com temperaturas próximas de 40°C.

Janeiro de 2021

Para janeiro de 2021, a previsão é que a chuva fique acima da média normal para o mês em praticamente todas as áreas da Região Sul, incluindo as regiões metropolitanas de Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre.

O volume de chuva total em janeiro de 2021 deve ficar dentro ou abaixo do normal no centro-sul do Rio Grande do Sul e no extremo oeste/sudoeste gaúcho, onde está Uruguaiana.

Fevereiro de 2021

Para fevereiro de 2021, a previsão é de que o volume de chuva sobre a Região Sul do Brasil novamente fique acima da média normal em praticamente todas as áreas da região, incluindo as três capitais.

Porém, o extremo oeste/sudoeste do Rio Grande do Sul, deve ficar novamente com chuva abaixo do normal.

Fevereiro deve trazer grandes volumes de chuva para o Sul do Brasil.

Março de 2021

Para o mês de março de 2021, a tendência climática é de que os volumes de chuva acumulados sobre a Região Sul do Brasil fiquem novamente acima da média normal em todas as áreas do Sul do Brasil, inclusive nas capitais.

(Assessoria Climatempo)