Região
Foto: Jonathan Campos/AEN

O presidente Jair Bolsonaro esteve no município de Renascença na tarde desta sexta-feira (06) e inaugurou a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Bedim.

Bolsonaro chegou de helicóptero por volta das 15h, acompanhado do ministro da Justiça, André Mendonça e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

O governador do Paraná, Ratinho Junior e o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, recepcionaram o presidente e acompanham a comitiva.

Bolsonaro ouviu explicações sobre o funcionamento da central na casa de máquinas. A unidade tem seis mil quilowatts de potência instalada e a produção é capaz de atender cerca de 12,5 mil residências.

O presidente também realizou a soltura de peixes no lago e o plantio de uma araucária. A ideia é reforçar a preservação do espaço onde a PCH está instalada.

Para o governador Ratinho Junior a construção e instalação de PCHs, e também das chamadas Centrais Geradoras Hidrelétricas CGHs (barragens com menor capacidade de produção energética), são modelos eficientes de alavancar a retomada econômica do Estado no pós-Covid-19.

APOIO – O projeto da PCH Bedim contou com apoio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), que financiou aproximadamente 10% da obra – R$ 3 milhões de um total de R$ 27,9 milhões. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) colaborou R$ 19,3 e o restante foi investimento de um consórcio de 10 agricultores da região.

LICENÇA – Nos últimos cinco anos foram licenciados, nas categorias de Licença Ambiental Prévia (LP) e Licença de Operação de Regularização (LOR), 85 novos empreendimentos hidrelétricos no Paraná, segundo a Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e Turismo. Outros 300 empreendimentos estão em diferentes estágios de análise.

O órgão trabalha com um horizonte de 1.100 empreendimentos de geração de energia elétrica no Estado, incluindo CGHs, PCHs, Usinas Hidrelétricas (UHE), Termoelétricas (UTE), Usinas Eólicas (EU), Usinas Fotovoltaicas (UF) e Microgeração.

PP News e AEN