Salto do Lontra
Foto Divulgação Polícia Civil

Três adolescentes, duas gêmeas de 13 anos e uma de 16 anos, que são filhas do foragido da Justiça Valmir Rodrigues da Silva, 40 anos, foram colocadas no Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas e não estão mais em Salto do Lontra e nem no Estado do Paraná.

A decisão da Justiça, foi devido ao risco que as adolescentes estão correndo, pois Valmir, o pai, que é acusado de ter matado a mãe delas Leonilda Pimentel, 52 anos e o namorado da filha de 16 anos, Marlon Patrick Torquato, 21 anos, crime ocorrido na noite de sábado (16) na casa delas em Salto do Lontra, conseguiu escapar do cerco policial, realizado no interior de Enéas Marques e continua foragido.

Valmir já tinha mandado de prisão por estupro de vulnerável antes de ter cometido os crimes de feminicídio e homicídio. As gêmeas já estavam em casa abrigo no dia dos crimes, porém a filha de 16 anos estava na casa com a mãe e o namorado.

A polícia continua as buscas por Valmir Rodrigues da Silva, e qualquer informação sobre seu paradeiro deve ser dada pelos telefones 190 Polícia Militar, 197 Polícia Civil ou 181 Disk Denúncia.

Colaboração Rádio Independência