Previsão do tempo
Foto Arquivo PP News

Assessoria – O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) monitora, a partir desta segunda-feira (2), os riscos de desastres no Sul do País diante da previsão de chuvas intensas na região devido à formação de um ciclone extratropical.

Segundo dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), ao longo desta segunda-feira e nos próximos dias, são esperados volumes expressivos de chuva desde o centro-norte do Rio Grande do Sul até o sul do Paraná.

No nordeste do Rio Grande do Sul e no sudeste de Santa Catarina, especialmente, o cenário é mais preocupante, tendo em vista a previsão de até 180 milímetros de chuva em 24 horas, podendo se manter até quarta-feira (4). A região serrana gaúcha, o litoral sul de Santa Catarina e a Grande Florianópolis também merecem atenção nos próximos dias por causa de possíveis deslizamentos de terra.

No cenário de riscos hidrológicos, destaca-se, também, o Rio Grande do Sul e o sul de Santa Catarina, com maior cuidado para pequenas bacias de resposta rápida e para a Bacia do Uruguai, que, embora esteja com os níveis normalizados na maior parte dos municípios, pode apresentar extravasamento.

Diante dos riscos, a Defesa Civil Nacional, por meio do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), já comunicou as defesas civis estaduais e seguirá monitorando as possibilidades de ocorrências graves.