Meio Ambiente
Foto Divulgação PMFB

Da Assessoria – A mais recente campanha de coleta de resíduos eletroeletrônicos domiciliares realizada em Francisco Beltrão pela secretaria municipal de Meio Ambiente arrecadou 11 toneladas. A atividade aconteceu nos dias 4 e 5 de junho, como parte das atividades para celebrar a passagem do Dia Mundial de Meio Ambiente. Os materiais foram entregues pela população no Calçadão e nas unidades do Poupa Tempo do São Miguel e da Cidade Norte.

Os produtos mais comuns descartados neste tipo de campanha são computadores, notebooks, televisores, rádios, celulares, secadores de cabelo, ventiladores, aparelhos de som, fornos elétricos, pilhas e outros eletrônicos que não podem ser descartados no lixo comum.

Para o secretário Adriano David, do Meio Ambiente, esse tipo de coleta é muito importante porque o descarte incorreto de resíduos eletrônicos prejudica o meio ambiente e representa riscos para a saúde. “Quando quebrados e expostos na natureza, esses materiais liberam substâncias tóxicas”, alerta o secretário.

Segundo ele, mesmo com todas as campanhas educativas e de orientação, algumas pessoas ainda depositam os materiais eletroeletrônicos inservíveis em calçadas, estradas vicinais, beira de rios ou lotes baldios e acarretam diversos problemas ao meio ambiente.  “A reciclagem dos eletroeletrônicos, de pilhas e baterias só é possível se a população entender que devem ser descartados em locais corretos”, enfatiza Adriano.

Coleta Permanente

Além das campanhas que são realizadas quatro vezes ao ano, a secretaria municipal de Meio Ambiente recebe os resíduos eletroeletrônicos domiciliares durante o ano todo. Basta levar estes materiais na sede da secretaria, na avenida Santo Fregonese, 1800. O atendimento é prestado de segunda a sexta-feira, das 08h00 às 12h00 e das 13h30 às 17h30.

Também existem os Ecopontos na Eletrônica Tabajara, na avenida Antônio de Paiva Cantelmo, nº 110, no Centro, IGS Informática, na rua Maranhão nº 149, bairro Presidente Kennedy, Auto Elétrica Inhoatto, na avenida Atílio Fontana nº 3108, bairro Pinheirinho, e na Eletrônica Vídeo Som, na rua São Paulo nº 277, no  Centro.

De acordo com as normas legais, é dever do gerador dar o destino adequado de seus rejeitos. O objetivo da prefeitura é colaborar e inserir na rotina das pessoas a separação de seus equipamentos em desuso e para que sejam entregues em pontos de recebimento para uma destinação ambientalmente correta.