Tempo
Foto: Getty Images

A formação de uma frente fria e de um ciclone extratropical entre a Região Sul do Brasil e o Paraguai podem trazer chuva extrema que durará até a metade da semana.

Conforme a Climatempo, esse sistema começa a se organizar na noite da segunda-feira, 2 de maio, mas é na noite do dia 3 que o ciclone extratropical estará formado sobre áreas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Na quarta-feira, 4 de maio, o ciclone extratropical se intensifica enquanto se desloca para o litoral de divisa entre esses estados. 

No dia 5 de maio, quinta-feira, o ciclone extratropical ainda estará próximo ao litoral do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina e no decorrer do dia 6, o sistema se afasta de vez para alto mar.

Após o afastamento do ciclone extratropical, o ar frio de origem polar vai se espalhar sobre a Região Sul do Brasil, avançando a partir do oeste dos estados, causando uma acentuada queda da temperatura nos dias 6 e 7 de maio.

Alerta de chuva muito volumosa

Ainda conforme a Climatempo, quase toda a Região Sul deverá ter pancadas de chuva nos primeiros dias de maio de 2022, que poderão ter raios e ventos fortes. Mas é a região litorânea e serrana da divisa entre o Rio Grande do Sul com Santa Catarina que deverá chamar atenção pelos grandes volumes de chuva e vento mais intenso.

Alerta para ventania

A formação de nuvens cumulonimbus (produz granizo, trovões e raios) a circulação intensa da formação da baixa pressão atmosférica, associada ao ciclone extratropical, deve provocar intensas rajadas de vento no Sul do Brasil nos primeiros dias de maio de 2022.