Tempo
Foto Rádio Uruguai

Temporais fortes a severos causaram estragos no Norte do Rio Grande do Sul e o Meio-Oeste e Oeste de Santa Catarina na última noite com registro de vendavais, localmente destrutivos, e de granizo que teve variado tamanho e chegou a ser médio a grande em algumas localidades.

Uma das cidades castigadas pelo tempo severo foi o município de Três Passos, no Noroeste do Rio Grande do Sul. O vento derrubou galhos e árvores sobre as ruas da área central da cidade e ainda causou destelhamentos. Árvores tombaram sobre a estrada na RSC-472, entre Tenente Portela e Três Passos.

Em Frederico Westphalen, o vendaval derrubou árvores com danos para veículos estacionados nas ruas. O vento ainda causou o rompimento de fios de energia e a queda de um poste. As autoridades do município relataram um pequeno número de destelhamentos. Temporais com granizo atingiram ainda os municípios de Palmeira das Missões, Caiçara e Erval Seco. Em Rio dos Índios, as pedras de gelo causaram danos. Nonoai teve vento de 82 km/h. A chuva também foi volumosa. Os acumulados de precipitação até a manhã desta quarta-feira atingiam 143 mm em Passo Fundo, 138 mm em Água Santa, 115 mm em Lagoa Vermelha, 101 mm em Erechim, 89 mm em Vacaria, 83 mm em Tupanciretã, 79 mm em Cruz Alta, e 75 mm em Santa Rosa e Santo Augusto.

Estragos em Santa Catarina

Em Santa Catarina, temporais também causaram estragos em consequência do vento e granizo. Estações meteorológicas registraram rajadas de 93 km/h em Joaçaba e 81 km/h em São Miguel do Oeste. Houve granizo entre ontem e hoje em diversas regiões catarinenses, como o Oeste, o Meio-Oeste, o Planalto Sul, a Grande Florianópolis e o Alto Vale do Itajaí.

Outro município catarinense mais atingido pelo temporal de granizo foi Chapecó que vai decretar situação de emergência em consequência dos efeitos da tempestade da última noite, informou o prefeito. A estimativa da Prefeitura é que cerca de 300 casas foram danificadas pelas pedras de granizo que tiveram médio a grande tamanho, sobretudo no Sul da cidade. Uma célula de tempestade passou entre Chapecó, Seara e Concórdia, despejando grande quantidade de gelo e com pedras de maior diâmetro em alguns pontos. Em Concórdia, temporal com chuva forte, vento e granizo assustou os moradores da cidade na última noite. Houve granizo de maior diâmetro que causou danos em algumas residências. As autoridades locais confirmaram danos em telhados e quedas de árvores. O Rio Tamanduá, no município, saiu do leito em consequência da chuva volumosa.

Para ler mais acesse Metsul