Geral

Um homem, de 31 anos, suspeito de estupro de vulnerável contra a própria filha de 13 anos de idade, foi preso na tarde de segunda-feira (02), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva pelo crime. A prisão foi realizada pela 3ª Subdivisão Policial (SDP) de São Mateus do Sul, na região Central da cidade.

Segundo informações policiais, o aparelho celular do homem também foi apreendido durante a ação, ao vistoriá-lo a equipe encontrou diversos vídeos que reproduziam conteúdos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes.

A denúncia chegou até a polícia por meio do Conselho Tutelar, na manhã de segunda-feira (02). Conforme o que foi relatado, a garota apresentou um comportamento anormal na escola e quando chamada para conversar acabou dizendo que o pai havia praticado atos libidinosos com ela no último sábado (31/03) e que sofria abusos há cerca de três anos.

O delegado-titular da unidade, Jonas Eduardo Peixoto do Amaral, informa que a equipe agiu de forma rápida. “Assim que a informação chegou para nós, solicitamos que a vítima fosse encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para realização de exames periciais, além de representar imediatamente pela prisão preventiva do homem, que em seguida foi deferida pela Justiça e devidamente cumprida por nossa equipe”, afirma.

Ao ser ouvido na delegacia, o homem negou o crime e alegou que a filha estava dizendo isso em razão de um desentendimento familiar, pois ele havia a proibido de utilizar aparelho celular. Quanto aos vídeos encontrados em sua posse, ele disse que recebia e armazenava, nada além disso.

O homem foi indiciado por estupro de vulnerável e autuado em flagrante por possuir imagens de conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes – crime previsto no Estatuto da Criança e Adolescente – e encontra-se preso à disposição da Justiça.

Assessoria Polícia Civil