Geral
Foto: Sanepar

AEN – A falta de chuvas regulares, as temperaturas mais elevadas e o consequente aumento no consumo de água estão interferindo no abastecimento de cidades do Sudoeste.

Além de Santo Antônio do Sudoeste e Pranchita, que estão em rodízio, e de Dois Vizinhos, que passa a ter o fornecimento de água de forma escalonada a partir desta sexta-feira (17), outras cidades entraram em alerta. Salto do Lontra, Salgado Filho, Capanema e Planalto apresentam queda acentuada na vazão dos mananciais e aumento no volume de água consumida.

O Rio do Lontra, que abastece a cidade de Salto do Lontra, apresenta queda de 40% na vazão. Por outro lado, o consumo teve elevação de 20%. O sistema de produção de água não está conseguindo atender a demanda. No período do fim da tarde e noite, com o alto volume de consumo, os reservatórios perdem níveis, o que tem causado falta de água. Só está sendo possível normalizar o fornecimento durante a madrugada. O sistema corre o risco de entrar em rodízio.

Mesmo sem riscos imediatos em relação ao fornecimento de água, Capanema, Planalto, Salgado Filho e Nova Prata do Iguaçu também entram em alerta. Os rios que abastecem essas cidades – Siemens, Tamanduá, Santa Cruz e Cotegipe – tiveram redução média de 40% no volume de água. Nos demais sistemas da regional de Francisco Beltrão poços e rios apresentam queda de 20 a 30% na vazão.

Confira algumas dicas de economia:

BANHO – Para um chuveiro de vazão média de 6 litros de água por minuto, um banho de 10 minutos consome 60 litros. Diminua esse tempo para cinco minutos e economize 30 litros. Em uma casa com quatro pessoas, serão economizados 120 litros por dia, o que significa 3.600 litros por mês.

DENTES E BARBA – Mantenha a torneira fechada ao escovar os dentes e fazer a barba. Em apenas dois minutos de torneira aberta, você gasta em torno de 13 litros de água. Se abrir o mínimo a torneira, podem ser economizados cerca de 10 litros. Ao escovar os dentes três vezes ao dia, serão 30 litros economizados. Em um mês, uma única pessoa terá economizado 900 litros. Não faça a barba durante o banho – 10 minutos de chuveiro ligado consomem no mínimo 60 litros de água.

VASO SANITÁRIO – As caixas de descarga acopladas ao vaso sanitário têm vazão de 6 litros por vez. Coloque dentro delas uma garrafa PET de 1 litro com terra, pedra ou água da máquina de lavar. Isso economizará um litro por descarga sem comprometer a eficiência. Considerando que uma pessoa utiliza o vaso sanitário em média quatro vezes ao dia, em uma casa com quatro pessoas serão menos 16 litros de água. Em um mês são 480 litros de economia.

LAVAR LOUÇA – O ideal é acumular a louça utilizada em mais de uma refeição. Em média, uma torneira de pia de cozinha, funcionando 15 minutos, consome 120 litros de água. Ensaboe a louça com a torneira fechada. Se a economia for de 60 litros, em 30 dias serão 1.800 litros que deixam de ir pelo ralo.

REDUTOR DE ÁGUA – Uma peça de fácil instalação e que pode diminuir pela metade a quantidade de água que sai das torneiras. Conhecida nas lojas de material de construção como “redutor de vazão”, pode ser encontrada em diferentes modelos e kits. Os redutores são pequenos anéis que controlam a quantidade de água na saída das torneiras de banheiros, cozinhas e tanques. A instalação é simples e não requer contratação de encanador.

Considerando o consumo médio da torneira de pia da cozinha, com 120 litros em 15 minutos, o uso do redutor pode trazer uma economia de, no mínimo, 50%. Ou seja, menos 1.800 litros em um mês.

NÃO LAVE CARROS E CALÇADAS – Utilize a vassoura para limpar o quintal, a calçada ou as áreas comuns de prédios e empresas ou reutilize a água que sai da máquina de lavar roupa. Uma mangueira ligada por 15 minutos gasta 280 litros de água. Prefira um balde e um pano para limpar o carro.

VAZAMENTOS – Fique atento e conserte eventuais vazamentos na sua casa. Um buraco de 2 milímetros em um cano pode desperdiçar 3.200 litros de água por mês. Uma torneira pingando uma gota a gata 5 segundos representa mais de 20 litros de água jogados fora em apenas um dia. Em um mês são 600 litros desperdiçados. Ao encontrar vazamentos na rua ou em vias públicas avise imediatamente a Sanepar pelo telefone 0800 200 0115.