Francisco Beltrão, Policial
Na imagem a estimativa a 7,2 km (com um núcleo compatível com granizo sobre os municípios) – Radar meteorológico de Cascavel às 20 h e 50 min

O Simepar informou que a nuvem que causou a tempestade acompanhada de queda de granizo na noite de sexta-feira (29) em Francisco Beltrão possuía mais de 10 km de altura. Ainda de acordo com o órgão, as rajadas de vento alcançaram os 79,9 km/h.

A atmosfera estava bastante instável e havia muita umidade disponível e ventos de noroeste transportando também um ar mais aquecido até a região.

Os índices de instabilidade, que indicam possibilidade de temporais, também estavam elevados na região.

O radar meteorológico de Cascavel identificou fortes tempestades entre a região de Francisco Beltrão e Marmeleiro às 20h50 desde a superfície até os níveis mais elevados da atmosfera.

A chuva de granizo teve duração em torno de 5 minutos e provocou muitos estragos. Pelo menos 600 famílias procuraram o Corpo de Bombeiros e a Devesa Civil em busca de lonas devido a danos causados nos telhados, mas a estimativa é que mais de mil residências foram atingidas.

Os bairros mais atingidos foram o São Cristóvão, Industrial, Vila Nova, Miniguaçu, Presidente Kennedy, Cango, Guanabara, Nossa Senhora Aparecida, Alvorada, Cristo Rei, São Miguel e São Francisco.

Durante a madrugada o prefeito Cleber Fontana decretou “Situação de Emergência” e determinou a utilização da estrutura da prefeitura, especialmente com caminhões e pessoal, para atendimento da população.

Uma pessoa se feriu ao sofrer uma queda enquanto realizava o conserto do telhado de sua casa, no bairro Miniguaçu. Também houve o registro de três quedas de árvores, uma na rodovia PR-483, bairro Nossa Senhora Aparecida e na Rua Peru.