Saúde
Foto Assessoria de imprensa

O projeto que prevê o uso de medicamentos fitoterápicos na rede pública de saúde de Francisco Beltrão teve mais um importante avanço nesta terça-feira (21). O prefeito Cleber Fontana e a direção da Unipar (Universidade Paranaense) inauguraram o laboratório para a manipulação dos fitoterápicos que serão disponibilizados para a população beltronense nas farmácias satélites. O laboratório fica em espaço físico da universidade.

A iniciativa está sendo colocada em prática por meio de parceria da administração municipal, através das secretarias de Saúde e da Agricultura, e o curso de Farmácia da Unipar. Também conta com a contrapartida financeira do Governo Federal, cujos recursos de quase R$ 1 milhão foram viabilizados pelo deputado federal Osmar Serraglio, durante o seu último mandato.

“A partir de agora vamos garantir para a nossa população a opção de medicamentos fitoterápicos e chás, com a inserção de plantas medicinais na atenção básica em saúde. É mais um avanço que conseguimos na área de saúde”, comenta o prefeito Cleber. Também agradeceu a parceria com a Unipar e o apoio decisivo do deputado Serraglio para a viabilização do projeto.

A secretaria municipal de Agricultura vai capacitar os agricultores orgânicos que produzirão as mais diversas espécies, como melissa, calêndula, passiflora, chapéu de couro, capim limão, carqueja, cavalinha e capuchinha. Cabe a secretaria de Saúde orientar os profissionais das unidades de saúde e sensibilizar os médicos para incluírem os fitoterápicos nos receituários.

De acordo com a enfermeira Mariane Pavani Gumy, coordenadora do laboratório, os fitoterápicos têm eficácia comprovada para o tratamento de uma série de doenças e carências nutricionais. Também informa que o acesso aos medicamentos será inteiramente gratuito através da rede pública de saúde. Além das farmácias satélites, a Farmácia da Partilha, que funciona na Unipar, vai disponibilizar os fototerápicos.

 Assessoria PMFB