Francisco Beltrão

Em julgamento realizado nesta quinta-feira (07) no Tribunal do Júri da Comarca de Francisco Beltrão, o réu Márcio de Azeredo Périco, foi absolvido da acusação de participação em tentativa de homicídio onde foi vítima, Rafael Prunch do Amorin.

Os fatos

O crime ocorreu na noite de 07 de fevereiro de 2015, por volta de 21h30 na casa da vítima na Rua Sabiá, bairro Padre Ulrico, onde Rafael foi atingido por disparos de arma de fogo efetuados por Vilson de Abreu (falecido) e na época Márcio foi apontado como participante do crime.  O que ele sempre negou.

No julgamento desta quinta-feira (07) que iniciou às 09h30 e terminou às 12h30 ele foi absolvido pelos jurados das acusações que contra ele pesavam.

O julgamento foi presidido pelo Juiz de Direito Dr Eduardo Ressetti Pinheiro Marques Vianna, tendo no Ministério Público o Promotor de Justiça Saulo Costa Fernandes de Negreiros e na defesa a advogada Ione Iurko.

O réu estava preso na Penitenciária Estadual por outro processo e após o veredito final retornou para o presídio.