Paraná
Foto PRF

O objetivo da Operação Forte Impacto, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na região da Tríplice Fronteira do Paraná, foi atingido. Todos os envolvidos na troca de tiros com PRFs foram localizados, mas além disso, a ação causou um imenso prejuízo às organizações criminosas.

Em 14 dias, a PRF prendeu 109 pessoas e apreendeu 2,3 toneladas de maconha, 1,1 milhão de maços de cigarros contrabandeados e 12 armas. Ainda foram recuperados 22 veículos furtados ou roubados e registradas 88 ocorrências de contrabando ou descaminho. 

A estimativa é que apenas com as apreensões de drogas, armas, veículos e cigarros, os criminosos tiveram um prejuízo de R$ 11,5 milhões, sem contar as centenas de unidades de eletrônicos e outros produtos de contrabando e descaminho que foram apreendidos.

A ação aconteceu na região da Fronteira do Paraná com Argentina e Paraguai entre os dias 26 de março e 09 de abril. A operação foi desencadeada depois que assaltantes trocaram tiros com PRFs na BR-277, em Matelândia. Um PRF chegou a ser ferido, mas sem gravidade.

A fronteira segue fechada para a criminalidade. As ações continuam na região com enfoque na recuperação de produtos de roubo ou furto, apreensão de drogas, armas e outros ilícitos e prisão de criminosos.

Fonte PRF