Geral
Foto: Alep

Em pronunciamento, deputado Reichembach defende ampliação do HR e cita Maio Amarelo.

Da Assessoria –
Na terça-feira (03), o deputado estadual Reichembach (PSD) utilizou o espaço da sessão plenária da Assembleia Legislativa do Paraná para falar sobre a crise do Samu no Sudoeste, serviço que conheceu enquanto prefeito de Francisco Beltrão. Segundo ele, é imprescindível a união de forças entre governos federal, estadual e municipal para garantir a permanência dos atendimentos, pois o custo é alto e está com os valores defasados. “As administrações municipais estão sobrecarregadas, por isso acreditamos no equilíbrio para que o serviço não pare, pois é de extrema importância e de excelente qualidade”, afirma o deputado, defendendo a permanência de todos os municípios no consórcio.

Ampliação do Hospital Regional
Também foi tema do pronunciamento, a audiência do deputado com o secretário de Saúde do Paraná, César Neves, na companhia do vice-prefeito de Francisco Beltrão, Antônio Pedron, sobre a ampliação do Hospital Regional Walter Alberto Pecoits para a implantação do atendimento cardíaco, de hemodinâmica e a UTI pediátrica. “O Hospital Regional – assim como o Ceonc, CRE e Samu – faz um excelente trabalho, mas é necessário ampliar para gerar mais atendimentos e salvar vidas. Aguardamos uma nova licitação, isso deve ser prioridade”, ressalta. 

Maio Amarelo para todos
O deputado falou ainda sobre o Maio Amarelo, um mês dedicado a conscientização em relação ao trânsito, assunto de alta preocupação pelas mortes geradas e pela lotação dos hospitais em consequência dos acidentes. Em 2020, a média foi de sete mortes no trânsito por dia no Paraná. “É uma pauta de todos: motoristas, passageiros, pedestres, ciclistas – que estão cada vez mais nas rodovias e nas estradas do interior e que precisa ser acolhido e ter noções das regras de trânsito”, finaliza Reichembach.