Segurança
Foto Polícia Militar

A Polícia Militar recebeu uma denúncia na noite de segunda-feira (22), informando que pessoas estariam dando tiros no gado, em uma fazenda na Linha Sede Ouro, zona rural do município de Sulina.

Os policiais foram até o local onde abordaram uma motocicleta Honda/XR, conduzida por um homem de 42 anos e o passageiro de 35.

Com o passageiro foi encontrada uma espingarda calibre 36 com dois cartuchos intactos, uma espingarda calibre 12 com dois cartuchos intactos, uma cartucheira com 16 cartuchos calibre 12 intactos, um cartucho calibre 36  recarregado, três cartuchos calibre 12 deflagrados, uma faca, uma lanterna e uma bolsa com três lebres já abatidas.

Os dois foram presos e junto com as armas, munições e material apreendido foram encaminhados para a delegacia da Polícia Civil. Eles deverão responder por crime ambiental e porte ilegal de arma de fogo.

A Lei 9.605 de Crimes Ambientais, em seu Artigo 29, tipifica: Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida. Pena: Detenção de 6 meses a um ano e multa.