Policial
Foto Polícia Civil

A Polícia Civil, através da DPCo/Fron de Dionísio Cerqueira (SC), concluiu inquérito policial instaurado para apurar os crimes de roubo, extorsão e tortura, ocorridos na Linha Mundo Novo, interior de Dionísio Cerqueira, no dia 27 de junho de 2018. No total, quatro investigados foram presos, porém um quinto suspeito se encontra atualmente foragido da justiça.

O Caso

No dia 27 de junho de 2018, por volta das 22 horas, quatro ladrões encapuzados, utilizando luvas e armas de fogo, renderam um casal moradores de propriedade rural na Linha Mundo, em local ermo, interior de Dionísio Cerqueira.

As vítimas, de 66 e 51 anos de idade, foram despidas, amarradas e violentamente agredidas, em verdadeira cena de tortura.

Além de torturadas e ameaçadas por aproximadamente uma hora enquanto os autores roubavam os bens da propriedade rural (motocicleta, porcos, carregador de bateria, entre outros), as vítimas ainda foram extorquidas pelos criminosos, os quais exigiram determinada quantia em valor, dando um prazo de 48 horas, para arrumarem o dinheiro sob pena de virem a ser executadas pelos bandidos em caso de não cumprirem a ordem.

A investigação

Após 36 horas da ocorrência, dois suspeitos foram presos preventivamente pela Polícia Civil através de mandado de prisão expedido pelo juízo da Comarca.

Na ocasião, além de munições e pequena quantidade de drogas, foram apreendidos vários quilos de carne de porco, os quais haviam sido roubados e abatidos ainda na noite do crime.

Após aproximadamente dois meses de investigação, tendo sido identificados os coautores do crime, foram cumpridas as ordens de prisão cautelar.

Um dos coautores, já somando diversos antecedentes policiais, foi preso na cidade de Barracão. Outro, que já havia sido preso pela Polícia Civil paranaense pela prática de crime semelhante, também recebeu ciência quanto a  decretação de novo mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário da Comarca de Dionísio Cerqueira.

Ainda foi identificado o receptador dos produtos do crime, morador na cidade de Salgado Filho, onde foi recuperada a motocicleta da vítima e outros objetos roubados na noite dos fatos. O homem foi preso em flagrante pela prática dos crimes de receptação e posse ilegal de munições, sendo conduzido para a 19ª SDP de Francisco Beltrão onde ficou a disposição da justiça;

Todos os envolvidos no crime foram indiciados em inquérito policial pela prática dos crimes de roubo circunstanciado, extorsão e tortura. As investigações prosseguem a fim de verificar envolvimento dos investigados em crimes semelhantes, anteriormente ocorridos naquela localidade.

Importante destacar que a identificação do grupo criminoso e as diligências que estão sendo executadas para a captura do foragido da justiça refletem o conjunto de esforços e excelente fluxo de informações experimentados entre as Policias Civis e Militares do Estado de Santa Catarina e do Paraná.

Assessoria Polícia Civil/SC