Segurança
Foto Polícia Militar

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Cunha Porã, concluiu na sexta-feira (07) o inquérito policial que investigou um roubo ocorrido no município no final de novembro do ano passado.

Conforme a Polícia, no dia 27/11/2021, dois homens chegaram em uma propriedade rural, no limite entre os municípios de Cunha Porã e Caibi, e após render a nora da vítima, uma jovem de 19 anos que estava na propriedade, roubaram uma caminhonete Hilux e fugiram do local, sequestrando a jovem que foi levada pelos criminosos amarrada para garantir a fuga.

A jovem foi abandonada pelos criminosos na cidade de Renascença, que fica há mais de 100 quilômetros de Cunha Porã, ocasião em que conseguiu pedir ajuda e avisar a família. O veículo foi recuperado no mesmo dia na cidade de Francisco Beltrão, ocasião em que um dos autores foi preso em flagrante e reconhecido pela vítima.

A Polícia Civil de Cunha Porã refez o trajeto percorrido pelos criminosos e conseguiu identificar o veículo utilizado para transportar os autores até o local do crime e identificou o segundo autor do crime, um jovem de 36 anos, natural do Paraná que está foragido pelo crime de roubo no mesmo estado.

Os investigados foram indiciados por roubo agravado por manterem a vítima em seu poder restringindo a liberdade e por transportar o veículo para outro estado e poderão ser condenados a penas de 4 a 10 anos, aumentada de ⅓ a metade.

A Polícia Civil ainda aguarda o resultado de alguns exames requisitados à Polícia Científica e autorização judicial para compartilhamento da prova produzida, pois foram encontrados importantes elementos de informação que podem ajudar a esclarecer outros crimes ocorridos na região.