Esportes

Pato vence o Atlântico pela maior diferença da história das finais da LNF

Foto: Mauricio Moreira

A vitória do Pato por 6 a 0 sobre o Atlântico neste domingo (2) foi a maior vitória em um jogo de final na Liga Nacional de Futsal. Nunca antes, uma equipe venceu por uma diferença tão grande, mas mesmo assim a diferença expressiva só serve para este jogo, já que o regulamento aponta que caso o Atlântico vença por qualquer placar, a partida vai para a prorrogação e a vantagem do empate passa a ser da equipe gaúcha. Os gols da equipe paranaense foram marcados por Di María (2), Ernandes, Alemão, Djony e Lucas (contra).

Pra se ter uma ideia do feito do Pato neste domingo (2), até aqui, as maiores diferenças de gols haviam sido registradas em 1996, na primeira edição da Liga, quando o Internacional venceu o Vasco por 6 a 1 na partida de desempate, quando a equipe colorada se consagrou campeã e depois disso, em 2007 quando o Jaraguá, na época com Falcão, venceu o primeiro jogo da decisão contra o Joinville também por 6 a 1, conquistando seu primeiro título de Liga naquele ano. O Pato também busca o título inédito, e por conta do regulamento, precisa ao menos de um empate em Erechim no próximo domingo (9) para ser campeão e evitar a prorrogação, onde teria que vencer o Atlântico para ficar com a taça.

Compartilhe: