Regional
Imagem ilustrativa Crédito Getty Images/Reprodução UOL

Os casos de violência contra a mulher estão em evidência no Paraná. Segundo informações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgados no estudo “O Poder Judiciário na Aplicação da Lei Maria da Penha”, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) foi o quinto tribunal brasileiro que registrou maior número de novos casos de violência doméstica contra a mulher em 2017, com um total de 32.441 processos.

O número indica que, por dia, a Justiça paranaense recebe uma média de 89 casos desse tipo, ou ainda um novo processo a cada 16 minutos. Na comparação com 2016, quando haviam ingressado no judiciário 27.747 novos casos, houve aumento de 16,9% no volume de processos, com a taxa de ocorrência a cada mil mulheres residentes no estado subindo de 4,9 para 5,8.
Ainda de acordo com o CNJ, de toda a demanda de casos que corriam no âmbito do TJ-PR ao final de 2017, 49% ainda não haviam sido julgados, com um total de 49.794 casos de conhecimento criminais pendentes.

Para ler a notícia completa acesse Bem Paraná