Geral
Foto Governo de Córdoba

Na segunda-feira (22), o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina publicou um mapa com alerta sobre o aparecimento de uma nuvem de gafanhotos em que é possível ver uma faixa vermelha que representa ‘perigo’. Regiões da fronteira oeste do Rio Grande do Sul estão no alerta dos argentinos.

Ainda na segunda, o governo de Córdoba, outra província argentina, também alertou para a passagem dos gafanhotos na região. O Ministério da Agricultura de Córdoba e o Senasa monitoram a situação.

Segundo comunicado, a nuvem de gafanhotos entrou no país pelo Paraguai no fim de semana. Em um quilômetro quadrado, até 40 milhões de gafanhotos podem comer o que 2 mil vacas consomem em um dia

As autoridades da província informaram ainda que os produtores devem relatar a presença da praga em áreas rurais e que ações de monitoramento estão sendo realizadas.

Segundo o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar, os insetos podem causar danos às culturas e aos pastos, mas não às pessoas.

(As informações são do Canal Rural)