Real Móveis

Dezenas de moradores do Conjunto Habitacional Terra Nossa, área da Prefeitura de Francisco Beltrão, localizada no bairro Padre Ulrico, invadida em 2017 por centenas de famílias, estiveram na tarde desta segunda-feira (08) na prefeitura para pedir a intervenção do poder público para que a Copel faça a religação de energia elétrica. Eles entraram no prédio e, após a formação de uma comissão de negociação, se concentraram na frente. O corte foi feito pela estatal, já que todas as ligações são irregulares, através da utilização do sistema denominado de "gato".

 

A comissão foi recebida pelo prefeito em exercício Antonio Pedron

Eles fizeram uma explanação sobre a dificuldade que a medida gerou e se propuseram a negociar com a Copel a legalização do fornecimento da luz, com o devido pagamento mensal da fatura de energia. O prefeito se comprometeu a conversar com a direção da empresa para negociar uma solução definitiva e o mais breve possível. Outra preocupação é dar continuidade na implantação da infraestrutura no local, bem como buscar a regularização do loteamento, com o devido pagamento por parte dos moradores. Sobre o restabelecimento do fornecimento de energia, até o final da tarde o problema não tinha sido solucionado. 

 



Assessoria
08/01/2018



Foto: Divulgação/Assessoria