Real Móveis

Na primeira partida da decisão da Série Ouro do Campeonato Paranaense de Futsal neste sábado (2), o Marreco fez valer a boa fase e o mando de jogo, e venceu o Pato por 4 a 1, conquistando assim uma ótima vantagem para a segunda partida que acontece no dia 9 de dezembro, no ginásio Dolivar Lavarda em Pato Branco. Para ficar com o título inédito, a equipe beltronense precisa de um empate – e no caso de vitória do Pato o campeão será definido nos pênaltis.

O jogo

O ginásio Arrudão recebeu torcida única e cerca de 2.600 torcedores beltronenses aguardavam ansiosos o início da partida que atrasou alguns minutos, pois o goleiro Di Fanti do Pato se recusava a jogar alegando que o sol que estava se pondo atrapalhava sua visão. Tudo serviu para inflamar ainda mais a torcida que pegou no pé do arqueiro que fez ótimas defesas durante o jogo. A equipe beltronense tinha as ausências de Sol Sales e Guina que estão lesionados, e durante o aquecimento ainda perdeu Pedro Rei que sentiu um desconforto e foi poupado para o segundo jogo.

A primeira finalização de perigo foi de Rodriguinho pelo Pato logo na saída de bola, mas quem balançou as redes pela primeira vez foi Barbosinha do Marreco que finalizou de longe e contou com um desvio no meio do caminho para enganar o goleiro Di Fanti. O Marreco começou o jogo intenso e ampliou o marcador com Sinoê que finalizou forte de perna direita e fez 2 a 0. Ainda na primeira etapa o Pato conseguiu descontar com Neguinho que finalizou de muito longe e acertou o ângulo esquerdo de Quinzinho, descontando para 2 a 1. As duas equipes estouraram o limite de cinco faltas e o Marreco foi o primeiro a ter a chance de marcar no tiro livre direto. Na cobrança precisa de Emerson a equipe beltronense ampliou a vantagem para 3 a 1. No último minuto do primeiro tempo o Marreco cometeu a sexta falta e na cobrança do tiro livre direto Simi mandou na trave e perdeu a chance de descontar.

A intensidade do primeiro tempo não se repetiu na segunda etapa e o jogo perdeu um pouco de ritmo. A chance de dar uma empolgada aconteceu quando Rodriguinho do Pato cometeu falta e recebeu o segundo cartão amarelo e o vermelho em seguida. Com um a mais durante dois minutos, o Marreco não soube aproveitar a vantagem numérica para aumentar o placar. Faltando seis minutos para o fim, o Pato arriscou tudo com Jamur atuando como goleiro linha, mas nenhuma das chances criadas se converteu em gol. Já no fim após roubada de bola, Barbosinha bateu para o gol vazio e fechou o placar: Marreco 4x1 Pato.

Muita comemoração da torcida nas arquibancadas ao fim do jogo, porém, durante as entrevistas nenhum dos jogadores admitiu qualquer favoritismo ou desvantagem. No próximo sábado (9) o reencontro do clássico das penas acontece a partir das 19h05 e o final do duelo será conhecido o campeão paranaense de 2017. 



Lucas Maciel
02/12/2017



Reprodução: JdeB