Geral
Foto ilustrativa/Lidiane Mallmann

Duas mulheres procuraram a Polícia Militar no final da tarde de sexta-feira (15) e informaram que teriam sido vítimas de estelionato.

Segundo as duas, um homem entrou em contato com as mesmas através das redes sociais, e este se identificou como General das Forças Armadas americanas. Ele disse que estaria em missão na Síria, mas que, antes de viajar teria tido sua bagagem retida em aeroportos brasileiros.

O suposto General teria dito as vítimas que nas malas retidas teriam joias, ouro e um milhão e duzentos mil dólares e para confirmar o que falava enviava fotos do conteúdo da bagagem e também dele.

Após um longo tempo de conversas entre as vítimas e o golpista, ele enviou uma proposta para que elas depositassem certo valor e ele então liberaria as malas com todos os valores para as duas mulheres retirarem nos aeroportos.

As vítimas passaram então a fazer depósitos em dinheiro em diversas contas de bancos brasileiros repassadas pelo suposto General. Depois de um tempo perceberam tratar se de um golpe de estelionato, mas já haviam sido depositados dez mil e quinhentos reais.

A Polícia Militar registrou a ocorrência.

Informações Ademir Hanzen e Polícia Militar