Sudoeste

Foi sepultada na manhã desta quinta-feira (23), em Mangueirinha, o corpo de Maria Eloisa, 12 anos, que na tarde de domingo foi atingida acidentalmente por um disparo de espingarda de pressão (espingarda chumbinho) em uma propriedade na comunidade de Pouso Alegre, zona rural do município.

Segundo informações de familiares, algumas crianças da família brincavam no lado de fora da casa, quando uma delas bateu e derrubou a espingarda estava em cima de um tanque. Uma das crianças foi ajuntar a espingarda e ocorreu o disparo atingindo a cabeça de Maria Eloisa.

Ela foi socorrida imediatamente e encaminhada ao hospital em Mangueirinha e devido a gravidade, foi transferida para hospital em Pato Branco, onde foi submetida a cirurgia, porém não resistiu e na madrugada de quarta-feira (22) por volta de 01h entrou em óbito.

Após passar pelo IML de Pato Branco o corpo foi liberado aos familiares e sepultado em Mangueirinha, num momento de muita comoção de familiares e da comunidade.

O delegado Breno de Paula, da Comarca de Mangueirinha, informou que foi instaurado inquérito policial e estão sendo tomadas todas as medidas judiciais para apurar responsabilidades.

Delegado Breno falou a Rádio Araucária de Mangueirinha sobre o caso