Paraná
Foto AEN

A Secretaria da Segurança Pública do Paraná lamenta profundamente a confirmação da morte cerebral do cabo Ricieri Chagas, de 48 anos, em Guarapuava. O cabo estava na corporação há 26 anos prestando serviços à população paranaense e foi ferido por marginais entre a noite de domingo (17) e a madrugada de segunda-feira (18) durante tentativa de roubo.

“Infelizmente perdemos um dos nossos corajosos policiais que lutou bravamente em defesa da sociedade. Minhas sinceras condolências aos familiares, amigos e a seus companheiros de farda, que ficam agora com boas lembranças e com o seu legado”, lamenta o Secretário da Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho Soares.

O cabo Ricieri foi encaminhado ao hospital depois de ser ferido por arma de fogo entre a noite de domingo (17) e a madrugada de segunda-feira (18), durante cumprimento do seu dever. Ele foi ferido pelo grupo de criminosos que tentou roubar uma transportadora de valores em Guarapuava.

Atuante no 16º Batalhão da PM, em Guarapuava, Ricieri Chagas nasceu em 29 de outubro de 1973. Dedicou cerca de 15 anos ao Pelotão de Choque da Unidade. 

“Temos certeza que o cabo Ricieri continuará vivendo dentro do coração de sua esposa, de seu casal de filhos, e de cada policial militar e familiar que teve a oportunidade de conhecer, trabalhar e viver ao seu lado”, completa o Secretário.

Informações Sesp