Geral
Foto Divulgação/ Assessoria Cresol

Da assessoria – Segundo uma pesquisa do Ibope realizada em 2020, apenas 21% das pessoas tiveram educação financeira na infância até os 12 anos no Brasil. E com o objetivo de mudar esse cenário e fazer com que as crianças aprendam sobre a importância de uma relação equilibrada com o dinheiro na primeira infância, a Cresol lançou em maio deste ano o portal Cresol Educa.

O portal disponibiliza uma série de atividades, histórias e livros sobre educação financeira, divididos por faixa etária e com personagens diferentes de acordo com as etapas da infância, com o objetivo de apoiar pais, educadores em ampliar a informação sobre finanças de forma lúdica para os pequenos de 6 a 12 anos. O grande diferencial do projeto é que além do acesso online, a instituição também disponibiliza os arquivos para download para famílias que se cadastrarem.

Até agora cerca  de 5 mil crianças foram impactadas diretamente pelo Portal, incluindo downloads de atividades, leituras online e envios dos livros impressos para as casas. Além disso, outras 13 mil crianças têm suporte dos materiais desenvolvidos pelo Instituto Cresol em parceria com as escolas e secretarias de educação.

 “A receptividade foi incrível. Já tínhamos a ação junto às escolas e com a adoção das aulas online, percebemos que era preciso ampliar o acesso também no digital. Em pouco mais de 2 meses de lançamento foram mais de 1.500 coleções entregues e centenas de crianças e famílias receberam em suas casas muito mais do que coleções, mas ensinamentos para a vida, que demonstram o interesse da Cresol em levar por meio das coleções aproximação com a sociedade”, comemora José Vandresen, gerente do Instituto Cresol, responsável pelo projeto.

Projetos educacionais nas escolas

Antes de nascer o portal Cresol Educa, os projetos já estavam na sala de aula. O portal é uma extensão das parcerias entre as cooperativas, o Cresol Instituto e as Secretarias Municipais de Educação onde a Cresol atua que integra uma estratégia pedagógica maior, que une as coleções de história disponíveis no Educa, jogos, propostas pedagógicas dos projetos e atividades ligadas a Base Nacional Comum Curricular – BNCC.

Por meio dessa organização, a proposta é desenvolver um ambiente de aprendizagem coletiva, capaz de levar aprendizado por meio da ludicidade.

Neste ano, os projetos educacionais do Instituto, “Mesadinha e sua Turma”, “Um Olhar Para o Futuro” e “Juventude Cooperativista”, estão inseridos em mais de 380 escolas, de todos os estados onde a Cresol tem abrangência, com mais de 13 mil alunos impactados.

Ana Paula da Rosa é um exemplo de como a educação pode modificar a vida de uma comunidade. Professora voluntária na cidade de Francisco Beltrão, interior do Paraná, ela dá aulas de reforço para crianças do seu bairro e utiliza os materiais do Instituto Cresol em suas aulas. Entre os assuntos que a educadora pontua com seus alunos, está a educação financeira. 

“Estamos muito felizes em poder oferecer um conteúdo de qualidade, com uma linguagem que as crianças entendam e, por vezes, até possam ensinar seus pais sobre saúde financeira e como investir”, finaliza Vandresen.