Pandemia
Foto Assessoria Amsop

Da assessoria – O Comitê de Crise em Saúde da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop) realizou, nesta quinta-feira (10), o lançamento da campanha de conscientização contra a covid-19, que conta com um audiovisual, de aproximadamente quatro minutos, e um cartaz, que alertam sobre o cenário dramático pelo qual atravessam os 42 municípios do Sudoeste com relação à pandemia.

O audiovisual tem início com um alerta sobre o momento de luto já enfrentado por familiares de vítimas da covid-19, com foco, principalmente, na população mais jovem, da faixa etária de 30 a 60 anos, que compõe a maior porcentagem nos índices de internados em UTIs e óbitos por todo o Sudoeste. E, ainda, depoimentos de autoridades – como o presidente da Amsop e prefeito de Bom Sucesso do Sul, Nilson Feversani, vice-presidente da Amsop e prefeito de Francisco Beltrão, Cleber Fontana, e presidente da Comissão de Saúde da Amsop e prefeito de Dois Vizinhos, Luís Carlos Turatto – profissionais de saúde e partes de reportagens de rádio e televisão que relatam a realidade de sofrimento em hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e postos de saúde.

“Os nossos jovens não estão tendo consciência da gravidade da pandemia hoje. Estamos no limite de leitos, de pessoal, e, também, com o esgotamento dos profissionais de saúde. Não adianta nós, prefeitos, e governo do Estado, investirmos em novos leitos, mais medicamentos, e a população não fazer a sua parte”, declarou Feversani.

A campanha de conscientização está sendo divulgada nas redes sociais da Amsop e das Prefeituras do Sudoeste, além de ter sido disponibilizada para a exibição em emissoras de rádio, televisão, portais de internet e jornais impressos.

“A única maneira de evitarmos mortes é reduzindo a transmissão do vírus. Então, eu acredito que, com essa campanha, nós possamos chegar ao coração e à mente das pessoas, para que se protejam e protejam seus familiares, amigos e vizinhos”, declarou o coordenador do Comitê de Crise em Saúde da Amsop, Elói Schlikmann.

O presidente da Comissão de Saúde da Amsop e prefeito de Dois Vizinhos, Luís Carlos Turatto, informou que os 50 leitos do Hospital Pró-Vida estão ocupados, assim como os 15 leitos do Hospital de Campanha, que entrou em funcionamento na última segunda-feira, 07/06. “Nossa capacidade se exauriu, o nosso sistema está em colapso. As pessoas precisam acordar pra realidade que não temos mais onde internar”, enfatizou Turatto.

De acordo com a diretora do Hospital Regional Dr. Walter Pecoits, em Francisco Beltrão, Cíntia Ramos, atualmente, só há três pacientes acima dos 70 anos na UTI do hospital, e que todos os demais pacientes são mais jovens e sem comorbidades. O Hospital Regional não conta mais com espaço para a ampliação de leitos e, ainda segundo Cíntia, “vive o pior momento nesses 14 meses de pandemia”.

Dentre as diretrizes do Comitê de Crise em Saúde da Amsop, que foi instalado oficialmente em 26 de maio, estão as ações integradas entre a Polícia Militar e as equipes de fiscalização das Prefeituras para o cumprimento das medidas sanitárias que constam nos decretos do governo do Estado e dos municípios. Conforme balanços divulgados pela PM, nos dois últimos finais de semana, foram encerradas dezenas de aglomerações ou festas clandestinas e abordadas milhares de pessoas. 

A frente de honra do lançamento da campanha de conscientização contou, também, com as presenças do subcomandante do 3º Batalhão da Polícia Militar de Pato Branco, major Vicente Carvalho Junior, comandante do 21º Batalhão da Polícia Militar de Francisco Beltrão, major Edson Cechinel, secretário municipal de Saúde de Francisco Beltrão, Manoel Brezolin, que representou o vice-presidente da Amsop e prefeito de Francisco Beltrão, Cleber Fontana, chefe da 7ª Regional de Saúde, Anderson Nesello, e da chefe da 8ª Regional de Saúde, Nádia Zanella.