Francisco Beltrão
Crédito: Comunidade Terapêutica.

Por Débora Nazário e Darce Almeida – Fevereiro sempre traz novidades, começos e recomeços, principalmente para a Comunidade Terapêutica Sob o Olhar de Maria, de Francisco Beltrão, que neste mês iniciou a construção da sua nova sede, localizada no interior do município, na comunidade Vila Lobos, sentido a Itapejara d’Oeste.

A obra está em fase de locação e fundação do bloco administrativo que será o primeiro a ser construído. Nesta fase, são marcados os limites e a posição do bloco e a fundação em relação ao terreno e demais blocos. O conceito da obra é em farmhouse (estilo fazenda). O estilo foge da sofisticação moderna e recorda os tempos mais simples, criando espaços limpos, aconchegantes e com alma.

O projeto arquitetônico elaborado pelos arquitetos Carolina Dariva, Carolina Odelli, Débora Nazário, Eduardo Boneti e Joceane Marcon, todos integrantes do Núcleo de Arquitetos e Urbanistas (Nudearq), contempla ainda salas de atendimento, refeitório, panificadora, lavanderia e setor administrativo, com alojamento para atender até 60 pessoas.

De acordo com Débora Nazário, coordenadora do Nudearq, “há possibilidade de expansão das instalações para atender até 90 pessoas”. O núcleo é vinculado à Associação Empresarial (Acefb).

No local ainda estão previstas marcenaria, igreja, gruta, áreas de lazer e quadra de esportes numa obra de aproximadamente mil metros quadrados. As novas instalações da Comunidade Terapêutica têm como finalidade acolher, abrigar e auxiliar no tratamento de pessoas viciadas em drogas, bebidas alcoólicas e que não tem onde ficar. A edificação seguirá todas as normas exigidas, tanto de acessibilidade quanto de saúde preconizadas pela Anvisa e prefeitura.

Doações

Atualmente, a Comunidade Terapêutica atende cerca de 30 pessoas num espaço localizado no KM 8 – Parque das Águas, antigo Fishing Day, sentido a Realeza. Sobre o início da obra, Natalino de Souza, membro da comunidade terapêutica, explica que “precisamos começar urgentemente e vamos precisar de doações [dinheiro e materiais de construção]. Queremos agradecer ao proprietário do local onde estamos atendendo, o senhor Gelsonoir Bonetti e sua família pela oportunidade que nos deram até hoje”.

Mais informações sobre como doar, entrar em contato pelos fones (46) 9 9974-5605 (Natalino); (45) 9 9133-0707 (Poio); Alcione Iess (46) 9 8802-9020 e Éder Tortelli (46) 9 9982-6344.