Segurança
Foto Polícia Civil

Um indígena de 51 anos foi preso pela Polícia Civil de Mangueirinha na manhã desta quarta-feira (10), por descumprimento de medida protetiva de urgência.

A decisão que concedeu as medidas protetivas se encontra vigente desde o mês de março deste ano de 2021, quando o indígena, ameaçou a vítima, ocasião que o Poder Judiciário determinou que o agressor permanecesse no mínimo a uma distância de 50 metros da vítima, além de proibi-lo de qualquer contato com ela e seus familiares.

No dia 06 de novembro o agressor descumpriu as determinações, quando foi até a residência da vítima e a ameaçou.

De acordo com a polícia, o autor é acusado formalmente pela prática do crime de tentativa de homicídio contra a vítima da medida protetiva, fato ocorrido no ano de 2019, sendo que a Ação Penal tramita na Comarca de Mangueirinha.

Após a prisão, o autor foi encaminhado à carceragem do DEPEN de Pato Branco, onde ficou à disposição da Justiça.