Francisco Beltrão
Foto: Assessoria

Os mais recentes dados estatísticos do Lira (Levantamento Rápido do Índice de Infestação) realizado em Francisco Beltrão e que mede a presença de larvas do aedes aegypt, apresentou um resultado satisfatório. O índice caiu para 2,7, o que significou uma redução significativa, visto que no levantamento anterior, realizado em janeiro, estava em 6,5.

“A redução é resultado do trabalho dos agentes de saúde e de endemias, dos mutirões realizados nos bairros e do apoio da população”, avalia Tânia Lise, coordenadora do setor de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde. Segundo ela, a redução no índice não significa uma trégua no combate ao mosquito. “Pelo contrário. Cada cidadão precisa dedicar 10 minutos do seu tempo toda a semana para dar uma verificada na sua casa, no seu quintal e eliminar os criadouros”, explica.

Com a redução de 6,5 para 2,7 o município de Francisco Beltrão saiu da classificação de alto para médio risco. Apesar da existência de larvas, não houve registro de nenhum caso de dengue contraído dentro do município neste ano. Em 57 casos suspeitos, 28 já foram descartados e 1 confirmado, mas trata-se de um caso importado, de paciente que contraiu em outra região. O município vai retomar os mutirões na próxima semana, dias 21 e 22, nos bairros Cango e Guanabara.

(Assessoria)