Pato Branco
Foto Polícia Militar

Por volta de 08h30 de sábado (07), a Polícia Militar de Pato Branco foi chamada na Rua Celeste Mocelin, bairro Santa Fé, onde estaria ocorrendo maus-tratos contra um animal (cachorro).

Ao chegar no local os policiais encontraram um homem de 27 anos, lavando a calçada da casa que estava suja de sangue.

De acordo com a PM, ele disse aos policiais que havia matado um cachorro com golpes de enxada, cortado a cabeça com um machado e pendurado no portão para amedrontar crianças. Segundo o homem, na sequencia tirou a cabeça e junto com o corpo colocou em um saco e jogou em um terreno baldio em frente a casa.

O homem a todo momento dizia para os policiais que matou o cachorro por achar que seria um “Lobisomen”.

A veterinária da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Pato Branco foi ao local e junto com os policiais constatou os fatos e acionou uma equipe da secretaria para recolher o cão para enterra-lo em local adequado.

Uma irmã do autor informou que ele sofre de esquizofrenia, já foi internado várias vezes, e que já foi abandonado pela família por ameaçar os pais de morte, e que atualmente reside sozinho na casa onde ocorreram os fatos.

Após o registro do Boletim de Ocorrência no 3º BPM, o homem foi encaminhado para a 5ª SDP onde foi autuado por maus-tratos a animal.