Segurança
Imagem ilustrativa

A Polícia Civil de Mangueirinha cumpriu mandado de prisão preventiva na tarde desta quinta feira (25), e prendeu um homem de 27 anos, suspeito de abusar sexualmente de sua enteada de 14 anos.     

A denúncia chegou ao conhecimento da Polícia Civil no dia (23) através da mãe da vítima que informou que sua filha revelou que tem sofrido abusos sexuais pelo padrasto. Segundo ela, a filha disse que não tinha denunciado o homem antes em razão das ameaças de morte proferidas por ele. 

Segundo o relato da mãe, a vítima afirmou que os abusos sexuais ocorrem desde o ano de 2017, quando ela tinha ainda 10 anos e que o padrasto aproveitava que a vítima estava sozinha na residência familiar para assediar e passar as mãos e suas partes íntimas. Em outras situações, o agressor teria beijado a boca dela.

Devido a gravidade dos fatos, no mesmo dia a polícia fez o requerimento de medidas protetivas de urgência em favor da vítima e seus familiares, o que foi prontamente deferido pelo Poder Judiciário que, também, concedeu a prisão preventiva solicitada pelo Ministério Público de Mangueirinha.

Após a prisão, o acusado foi entregue no DEPEN em Pato Branco, onde ficou à disposição da Justiça.

O crime de estupro de vulnerável, prevê pena de até 15 anos de reclusão.