Esportes

Francisco Beltrão fica perto de receber Supercopa de Futsal

Campeão garante vaga na Libertadores deste ano – Foto: Reprodução marrecofutsal.com.br

Dirigentes do Marreco Futsal estão otimistas com a chance de Francisco Beltrão sediar mais uma competição importante do futsal brasileiro, talvez a mais importante, pois dá ao campeão uma vaga direta na Libertadores da América em 2019. Depois de receber a Taça Brasil de Clubes de Futsal em 2017, agora existe a chance de sediar a Supercopa do Brasil de Futsal que reúne os campeões da Taça Brasil, Liga Nacional e Copa do Brasil, além do representante da cidade sede. Neste ano, o Pato Futsal entra como campeão da Liga Nacional de 2018, o Atlântico participa com a vaga de vice-campeão da Taça Brasil de 2018, também vencida pelo Pato e o Corinthians participa como campeão da Copa do Brasil de 2018. O Marreco entraria como representante sede, e caso vença a competição, garante uma vaga na Libertadores deste ano.

São apenas quatro jogos que seriam realizados no início de março, os dois da semifinal, disputa do terceiro lugar e final, que aconteceriam todos no ginásio Arrudão, porém os confrontos ainda serão definidos por sorteio. Magnus Sorocaba e Joinville são algumas das equipes que também estão no páreo para sediar a competição, mas Francisco Beltrão recebeu o aval da CBFS (Confederação Brasileira de Futebol de Salão), pois o estado paranaense ainda não sediou o torneio que aconteceu pela primeira vez em 2016 em Jaraguá do Sul (SC) quando foi vencido pelo Jaraguá, depois em 2017 foi a vez de Carlos Barbosa sediar e vencer o torneio, e por fim no ano passado Sorocaba sediou e teve o Magnus como campeão. Nas duas primeiras edições, a disputa acontecia entre os campeões da Liga Nacional e Taça Brasil, mas com a criação da Copa do Brasil em 2017, mais duas vagas foram criadas e o formato do torneio do ano passado será repetido neste ano.

Para que a Supercopa deste ano seja confirmada em Francisco Beltrão, restam apenas detalhes financeiros a serem acertados entre a organização e a CBFS. Todos os valores seriam bancados através de parcerias com patrocinadores, sem recursos da Prefeitura Municipal.

 

 

Compartilhe: