Pato Branco
Foto Polícia Civil

Uma mulher procurou a Delegacia da Mulher de Pato Branco, na manhã de terça-feira (19) e informou que está em processo de separação com seu marido, e estava sendo ameaçada.

A equipe então foi até o local e verificou que o casal ainda mora no mesmo imóvel e que ela vem sofrendo violência psicológica e ameaças. Conforme a polícia, a mulher disse ainda que o marido não permite mais acesso ao dinheiro do casal, que segundo ela, o patrimônio é avaliado em sete milhões.

A mulher informou ainda que o marido limitou o acesso dela aos alguns cômodos da casa e está ameaçando, coagindo ela a assinar a divisão de bens, no divórcio nos termos por ele determinados, o que faz temer pela sua vida e de seus filhos, já que ele possui armas de fogo.

Na casa foram encontradas uma espingarda calibre 22 com silenciador e luneta e 37 munições, uma espingarda de pressão e um revólver calibre 38 com seis munições.

O homem que estava na empresa em frente à residência do casal, foi preso em flagrante e entregue na Delegacia da Mulher de Pato Branco.