Francisco Beltrão

Nesta quinta-feira (24), aconteceu no Tribunal do Júri da Comarca de Francisco Beltrão, julgamento dos réus, Gabriel Eliseu Fioravanso e Luana Eliseu Gois, acusados da morte de Augusto Barbosa, 64 anos, crime ocorrido em 25 de julho de 2017 na comunidade de Alto Pinhal, município de Enéas Marques.

Os dois acusados já haviam sido condenados pelo crime de latrocínio a uma pena de 21 anos de reclusão, porém recorreram da sentença após decisão do tribunal de Justiça e foram submetidos a Júri Popular, realizado nesta quinta-feira (24).

E após 12 horas de julgamento, Gabriel Eliseu Fioravanso foi condenado a 19 anos de reclusão pelos crimes de homicídio qualificado, furto qualificado e ocultação de cadáver. Já Luana Eliseu Gois foi absolvida da acusação de homicídio, porém foi condenada a 3 anos de reclusão pelos crimes de furto qualificado e ocultação de cadáver. Os dois ainda podem recorrer da sentença.

O julgamento iniciou às 09h e terminou às 21h tendo na presidência do Juiz de Direito Dr Eduardo Ressetti Pinheiro Marques Vianna. O Ministério Público foi representado pelo Promotor de Justiça Tiago Vacari e na defesa dos réus, o advogado Eliel de Almeida.