Local
“Antes de cobrarmos dos outros, precisamos fazer a nossa parte”, diz Marilda. – Foto Darce Almeida

Da assessoria/Acefb – Pelo nono ano consecutivo acontece em Francisco Beltrão a campanha de conscientização “Maio Amarelo, juntos salvamos vidas”, organizada pelo Departamento Beltronense de Trânsito (Debetran). Inclusive o órgão público completou 15 anos de atividades no dia 9 de maio deste ano.

E na manhã de terça-feira, 24, no Café Acefb Tech, realizado na Associação Empresarial (Acefb), Marilda Galvan Ribeiro, diretora do Debetran, apresentou os resultados da campanha no município para empresários e a imprensa. “Todos somos figuras importantes quando se trata de salvar vidas no trânsito. O Brasil infelizmente aparece em 4º lugar no mundo em mortes no trânsito. São mais de 40 mil pessoas que morrem por ano decorrente de acidentes, fora os que ficam com sequelas”, informa Marilda.  

Nesse contexto, o Debetran levantou a quantidade de mortes ocasionadas por acidentes de trânsito em Beltrão nos últimos seis anos:

2016 – 25 mortes

2017 – 20

2018 – 20

2019 – 17

2020 – 7

2021 – 25

2022 – até abril foram 9

“Em 2020, o número baixo [de óbitos] pode estar relacionado à pandemia da Covid-19, porque teve menos circulação de pessoas. Em 2021, quando a vida foi voltando ao normal, o número subiu novamente”, explica Marilda.

Já os números de acidentes registrados foram 1.478 em 2019, 1.478 em 2020 e 1.435 em 2021. “Percebe-se uma agressividade no trânsito, acredito que nós não fomos educados e preparados para a convivência no trânsito. Tem pessoas doentes, com problemas psicológicos e que estão atrás de um volante”, observa a diretora.

Não são apenas números

E por trás dos números de vítimas de acidentes de trânsito sempre existem pessoas que deixaram famílias e projetos. Pensando nisso, o Debetran promoveu em fevereiro um evento de lançamento da campanha Maio Amarelo com homenagem a essas vítimas e a frase “Para as estatísticas somos números, mas para nossas famílias somos a saudade diária”.

Marilda mostrou no material de sua apresentação na Acefb um irmão e uma sobrinha que ela perdeu em acidente nos últimos dez anos em Beltrão. “A gente só se sensibiliza quando acontece com alguém próximo, a gente muda nosso comportamento”, relata.

Outras ações

O Debetran possui em funcionamento um espaço público de trânsito dentro do parque de exposições com jogos interativos, mini sistema viário, aulas de trânsito para crianças, mesas eletrônicas e carrinhos. Alunos do segundo ano da rede pública de ensino e particulares irão receber material didático com o tema Trânsito.

Em 2020 aconteceram 324 registros de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas, sem óbito. Em 2021 esse número saltou para 428, com sete mortes. Até terça, 24, três vítimas fatais foram registradas com motociclistas no perímetro urbano. “Isso nos preocupa bastante porque circulam diariamente em Beltrão 14 mil motos. Nós fazemos um trabalho de conscientização junto às empresas que fazem entregas de produtos”, informa Marilda. Neste mês de campanha foram realizadas 25 ações com mais de 3.500 pessoas atendidas.

Tecnologia para o trânsito

Ouve-se falar nos veículos de comunicação pautas com notícias sobre cidades inteligentes. Para Marilda, Beltrão possui uma das melhores centrais de monitoramento de veículos do Paraná com câmeras de segurança. “Representantes de órgãos públicos da região vêm nos visitar para saber como funciona nosso sistema. A central é integrada à Polícia Civil”.

Já o aplicativo Faixa Azul está em funcionamento desde fevereiro deste ano, proporcionando comodidade e agilidade para colaboradores do Debetran e usuários. São mais de 7 mil downloads do app de trânsito até o começo desta semana.