Francisco Beltrão
Foto Assessoria

Nesta quinta-feira (31) o prefeito Cleber Fontana empossou 190 novos professores na rede municipal de ensino de Francisco Beltrão, que passam a atuar nas escolas e nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). A cerimônia foi realizada no Espaço da Arte, que ficou completamente lotado de autoridades, os novos profissionais e seus familiares.

“Vocês estão recebendo o aval e a confiança da população de Francisco Beltrão.  O  nosso futuro está nas mãos de vocês. Ensinar é a maior e melhor missão para o ser humano”, definiu o prefeito. Trata-se do maior chamamento de professores aprovados em concurso feito pela administração municipal.  Para as escolas serão 125 novos profissionais, sendo 15 para educação física, e 65 para os CMEIs.

“Este ato é um momento especial e histórico para a educação de nosso município. É o marco inicial de um novo tempo e mostra que os olhos da administração municipal estão voltados para grandes investimentos na educação”, enfatizou a professora Rosa Vandresen, secretária municipal de Educação.

“Ser professor é acreditar na mais nobre  e importante missão. É tornar as crianças que passam por nós melhores seres humanos”, disse a professora Sandra Benedito, presidente do Conselho Municipal de Educação. Agora o município passa a contar com 1.337 servidores no setor educacional, que atuam nas 21 escolas, 19 CMEIs e na Biblioteca Municipal.

O prefeito Cleber também lembrou que enquanto a Constituição preconiza que investir 25% das receitas de impostos e de transferências resultantes de impostos na educação é suficiente, a atual gestão tem investido mais de 30%. “Isso mostra que educação é levada a série em Francisco Beltrão”, comentou.

As aulas na rede municipal serão iniciadas no dia 11 de fevereiro, mas a cerimônia oficial de abertura, com a participação de todos os professores, será na próxima segunda-feira, às 08h30, no Centro de Eventos Marabá. Na oportunidade será realizada palestra com  Renato Casagrande, com o tema “A educação no século XXI, os desafios, as novas competências e as afinidades dos educadores”.

(Assessoria PMFB)