Pandemia
Foto: Arquivo/ALEP

Da Assessoria – Nesta segunda-feira (29) o deputado Reichembach participou da reunião da Frente Parlamentar do Coronavírus da Assembleia Legislativa do Paraná. Na oportunidade, foram discutidas pautas relacionadas à pandemia, como a aquisição de vacinas e a importância do investimento em pesquisas.

Reichembach sugeriu que sejam instaladas mini usinas de oxigênio nos municípios paranaenses. “Esta é uma solução emergencial que tem sido adotada em algumas cidades do Sudoeste, o que vai gerar um alívio para os hospitais e famílias que têm seus entes queridos internados e precisando deste recurso”, afirma.

Ampére, Santa Izabel do Oeste, Dois Vizinhos, entre outros, são exemplos de municípios que aderiram à iniciativa, e que poderão abastecer os cilindros dos hospitais in loco. Francisco Beltrão deve iniciar a instalação da usina ainda esta semana. Além disso, também poderão ser abastecidos os equipamentos utilizados em ambulâncias, e os cilindros de pacientes que fazem uso do oxigênio para o tratamento em casa. Clevelândia e Mariópolis, ambos municípios do Sudoeste, se uniram para a instalação da mini usina, um investimento de cerca de R$ 300 mil, com capacidade de 161,28 metros cúbicos produzidos por dia.

Para a chefe da 8ª Regional de Saúde, Nádia Zanella, a instalação das mini usinas ajuda na logística do abastecimento local. “Em função do alto consumo de oxigênio, os fornecedores estão tendo dificuldade em atender vários municípios ao mesmo tempo, por isso esta iniciativa vai nos trazer certa tranquilidade para a recarga dos equipamentos”, ressalta.

Reichembach também fez questão de parabenizar o Sistema Único de Saúde (SUS) pelo trabalho que vem sendo realizado em todo país durante a pandemia, e também aos esforços das universidades e institutos de pesquisa para a elaboração de vacinas.