Agricultura
(Foto: Alep)

Da Assessoria  – Na quarta-feira, 09, o deputado Reichembach utilizou a sessão plenária da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para se pronunciar sobre a agricultura do estado. Dentre os temas tratados, a situação dos produtores rurais, especialmente os produtores de leite.

Reichembach protocolou na Alep um requerimento para ser encaminhado à Secretaria de Agricultura, propondo um auxílio emergencial aos pequenos produtores do Paraná que foram prejudicados pela estiagem. 

“A falta de chuva prejudica na produção de insumos para alimentar o rebanho, combinada à alta do dólar e o baixo poder aquisitivo da população, tudo isso afeta diretamente o agricultor”, afirma Reichembach, que é líder do Bloco Agropecuário e coordenador da Frente Parlamentar do Leite na Alep.

Ainda durante o pronunciamento, Reichembach ressaltou a importância de certificações como o Susaf e o Selo Arte para as agroindústrias do estado. Enquanto o Susaf permite a comercialização dos produtos coloniais em todo o Paraná, o Selo Arte possibilita a venda em território nacional.

“Já conseguimos ver os efeitos positivos nas pequenas agroindústrias que aderiram ao Susaf, e por isso estamos lutando para que o Selo Arte também seja implantado no Sudoeste e em todo Paraná”, afirma.

Reichembach está em contato com a Secretaria de Agricultura e demais órgãos do setor para que o assunto seja debatido e o Selo Arte possa ser implementado nas pequenas agroindústrias certificadas.

SELO ARTE – A certificação é concedida a produtos fabricados de maneira artesanal, que adotem as Boas Práticas de Fabricação – BPF e Boas Práticas Agropecuárias – BPA, e podem vender em território nacional. Por enquanto, os estados que aderiram ao selo foram Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina, Pará e São Paulo.