Geral

Criança de 08 anos foi picada por cobra coral

Foto Vigilância Sanitária de Coronel Vivida

Uma criança de 08 anos deu entrada na UPA de Coronel Vivida na noite do dia 1º de janeiro após sofrer um ataque de uma cobra Coral.

A médica de plantão acionou imediatamente o Centro de Intoxicação Toxicológica do Paraná em Curitiba, enviando fotos da cobra, onde foi identificada como sendo uma Coral verdadeira da espécie Micrurius.

O estado entrou em alerta devido a gravidade da situação e a criança apresentar alguns sintomas.

O antidoto para o veneno, soro Antielapidido é único e somente ele serve para bloquear o veneno.

Como não estavam sendo registros casos na região não havia o soro em estoque e foi necessário vir urgentemente de Guarapuava. Quatro ampolas foram aplicadas na criança para a estabilização.

Uma aeronave já estava preparada em Curitiba para trazer o antidoto caso não fosse conseguido em Guarapuava.

O acidente com o réptil aconteceu na casa da avó da criança na comunidade de Rio Quieto. Depois de medicada a criança foi liberada, mas permanece em observação.

A cobra foi morta com um golpe de facão por uma familiar da criança.

De acordo com informações da Vigilância Sanitária, há cerca de 10 anos não era registrado ataque de coral verdadeira na região. Nos últimos dias três cobras dessa espécie já foram localizadas no município.

 

Compartilhe: