Francisco Beltrão
Foto Gleysson Longo

Estiveram na cidade de Francisco Beltrão visitando a Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão, a Cadeia Pública de Francisco Beltrão, o Escritório Social e Central de Credenciais os Policiais Penais Alisson Souza de Andrade, Coordenador de Segurança do DEPEN-PR e Vinícius Vieira Pedroso, assessor de segurança do DEPEN objetivando conhecer os trabalhos realizados pelo DEPEN em Francisco Beltrão, traçar estratégias de otimização dos trabalhos prestados pelo DEPEN e compartilhar boas práticas no quesito da Execução da Pena. Em entrevista no Programa Plantão Policial da Rádio Educadora na tarde desta quarta-feira, dia 10, Vinicius ressaltou a transformação dos serviços penitenciários nos últimos anos com oportunização de estudo e trabalho aos privados de liberdade e ao mesmo tempo a preocupação em equipar as equipes de segurança e capacitá-las.

Vinicius e Andrade ficaram impressionados com os trabalhos realizados na PEFB como o conserto de cadeira de rodas, a Horta Comunitária, as fábricas e as mudanças feitas para otimizar o trabalho das equipes de segurança, e disseram que muito do que em Beltrão acontece pode ser replicado em outros locais, assim como atividades de outros locais podem ser replicadas aqui também para que haja uma padronização. Um dos objetivos do DEPEN é se aproximar cada vez mais das Unidades do Interior e estar acompanhando de perto tudo que acontece, reconhecendo o que é bom e aparando arestas para atender as demandas com cruzamento de dados, troca de informações e padronização de estruturas, visando otimização e buscando a excelência nos objetivos, missões e valores do DEPEN.

O Coordenador Regional Marcos Andrade ressaltou a importância desse estreitamento e alinhamento com o DEPEN e falou da operação de ontem realizada numa parceria GAECO/DEPEN que resultou na prisão de 4 pessoas e entre elas dois servidores da PEFB. Andrade ressaltou e parabenizou o trabalho do GAECO e disse que os servidores terão direito a se defenderem no decorrer do processo. Com relação ao retorno das visitas dos familiares dos presos, isso vem sendo discutido a nível estadual, porém, sem data para ocorrer, e que somente retornarão as visitas presenciais quando for seguro para a saúde dos presos, servidores da unidade e para os próprios visitantes.

(Assessoria Depen)