Geral
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Caminhoneiros organizam uma paralisação geral para o próximo dia 1º de fevereiro. O ato foi aprovado em reunião do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) em dezembro do ano passado.

O diretor-presidente do CNTRC, Plínio Nestor Dias, explicou ao Metrópoles que a manifestação não tem caráter político — ao contrário de vídeo que circula em uma rede social que diz que a pauta é contra os governadores.

O protesto foi aprovado por transportadores rodoviários de cargas, associações, sindicatos e cooperativas que fazem parte do conselho. “Temos em torno de 30 a 40 mil pessoas envolvidas no CNTRC”, estima Plínio.

Para ler a notícia completa acesse Metropoles