Francisco Beltrão
Foto Gil Veigas/Educadora

Considerando o aumento expressivo da Covid-19 na região Sudoeste e no aumento nas taxas de ocupação de leitos hospitalares na região, a Comissão de Saúde da Amsop apresentou na manhã desta quarta-feira (25), um documento com algumas recomendações a serem tomadas pelas administrações municipais.

Confira algumas medidas sugeridas:

– Revisão dos decretos de flexibilização dos municípios que favoreçam a aglomeração de pessoas, como festas, bailes, casas de shows, casas noturnas, clubes, eventos esportivos, entre outros.

 – Comemorações de festividades de final de ano pelos órgãos públicos (abertura de Natal, a casa do Papai Noel, atividades de recreação e reveillon).

 – Solicitação para que a Polícia Militar fiscalize as medidas orientadas e determinadas pelas secretarias municipais de saúde.

 – Orientações para que as empresas evitem as comemorações de final de ano que gere aglomeração.

 – Adesão e a colaboração da população com as medidas de prevenção mantendo o isolamento domiciliar, distanciamento social, a utilização de máscara, e a higienização das mãos, cuidados básicos desde o inicio da pandemia que são fundamentais para a prevenção.

– Orientação as secretarias de saúde para que intensifiquem as ações de rastreamento e monitoramento de contato, definindo com as equipes técnicas a garantia de isolamento de casos de pessoas infectadas pelo vírus.

 – Solicitação para que a saúde da rede privada siga criteriosamente os protocolos do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde.

– Cabe também aos municípios elaborar com suas secretarias a divulgação das medidas de prevenção de forma clara e objetiva no intuito de sensibilizar o maior número de pessoas.

 – As atividades comerciais podem ser mantidas desde que as empresas demostrem seu compromisso com interesse coletivo, destacando nos seus ambientes as orientações de prevenção do vírus, fazendo com que sejam cumpridas as medidas de segurança, tanto por parte dos funcionários como dos clientes.

Outra orientação é a suspensão das atividades religiosas por um período de 15 dias.

O documento foi assinado pelo presidente da Comissão de Saúde da Amsop, prefeito Cesar Bueno de Bom Jesus do Sul e elaborado pelos órgãos de saúde da região.

Cabe agora cada município elaborar novas ações através de novos decretos.