Saúde
Foto Assessoria PMFB

O CEONC de Francisco Beltrão (Hospital do Câncer) chegou nesta sexta-feira a 9.000 procedimentos de radioterapia. Um ato para celebrar a conquista foi realizado no hospital, com a participação do prefeito Cleber Fontana, do vice-prefeito Antonio Pedron, vereadores e a direção do hospital.

A conquista da radioterapia para o Sudoeste foi concretizada em novembro de 2019, depois de um intenso trabalho da direção do Ceonc, da administração municipal e de outros segmentos. A partir daí os pacientes de oncologia de Beltrão e da região não precisaram mais se deslocar para Cascavel ou outros centros para fazer o tratamento.

Durante pronunciamento o prefeito Cleber lembrou da luta para a conquista do serviço e a importância que representa para toda a região. “Sabemos da importância deste serviço prestado aqui em Beltrão para as pessoas que precisam deste tratamento. Seremos sempre gratos ao CEONC, em especial ao Dr. Reno, que teve papel decisivo para a implantação da radioterapia”, relata o prefeito. Inclusive a administração municipal fez a entrega de uma placa ao médico como forma de gratidão e reconhecimento.

Roberto Carlos Peiter representou os pacientes e recebeu a radioterapia de número 9.000. Ele agradeceu o fato de não precisar sair de Beltrão para fazer o tratamento. “A prefeitura oferecia toda a estrutura e transporte de qualidade, mas a viagem era um desgaste a mais. Ter o serviço em Beltrão é algo maravilhoso para os pacientes e para os seus familiares”, disse Roberto.

Além do prefeito Cleber e do vice Pedron, também participaram do ato o médico Reno Kunz (diretor técnico do Ceonc), Janoário Oliveira de Souza (diretor clínico) e Paulo Ferri (diretor financeiro), vereadores Quintino Girardi (presidente da Câmara), Oberdan Saretta, Rodrigo Inhoatto e Ronaldo Bizotto, a diretora da 8ª Regional de Saúde, Nádia Zanella, o secretário municipal de Saúde, Manoel Brezolin, as diretoras da secretaria Carla Schroeder (administrativa) e Jacqueline Menetrier (de atenção à saúde) e a médica Lívia Ferreira Pelegrino Maria, do setor de auditoria da secretaria.