Francisco Beltrão

Campanha incentiva o parto normal e humanizado

Foto Divulgação/PMFB

A secretaria municipal de Saúde de Francisco Beltrão, com o apoio de diversos parceiros, organizou na quarta-feira, 08, uma programação relacionada a Semana Municipal de Incentivo ao Parto Normal e Humanizado.

O evento realizado no Espaço da Arte visa incentivar boas práticas na assistência ao nascimento, no intuito de melhorar o cenário obstétrico na região, empoderando as mulheres e suas famílias na escolha da forma mais respeitosa, saudável e segura de nascimento.

Foi apresentado o filme “O Renascimento do Parto”. Na sequência aconteceu uma mediação sobre boas práticas de assistência ao nascimento, com a presença de médico e enfermeira obstetra e demais profissionais que pautam suas práticas em evidências científicas atualizadas e baseadas na humanização.

A secretária municipal de Saúde, Aline Biezus, lembrou que é o segundo ano que o evento de Incentivo ao Parto Normal e Humanizado é realizado no município. Enfatizou ainda que a cada ano aumenta o interesse da população e dos profissionais de saúde pelo tema.

 “Nosso desejo é mudar o cenário obstétrico da nossa cidade, buscando atingir os índices preconizados pelas organizações de saúde no que refere às boas práticas de assistência ao nascimento”, comenta Aline. 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cesariana é um procedimento cirúrgico que, quando realizado por razões médicas, pode salvar a vida da mulher e de seu bebê. No entanto, muitas delas são feitas desnecessariamente, o que pode colocar em risco a vida e o bem-estar das mães e de seus filhos tanto no curto como no longo prazo.

Para a enfermeira da secretaria de Saúde, Ana Paula Valandro e a fonoaudióloga, Aline Schmatz,  “é gratificante perceber que as gestantes estão buscando informações sobre a melhor forma de ter um nascimento saudável e respeitoso”.

O Brasil é um dos países com maior índice de cesáreas do mundo. A OMS recomenda uma taxa máxima de 15% de cesáreas, mas no país chega a 56%. Nos hospitais privados ultrapassa 88% dos nascimentos. Em Francisco Beltrão, de acordo com Sistema Nacional de Nascidos Vivos, em 2018, através do SUS, 38% dos partos foram normais e 62% cesarianas. No setor privado apenas 4% são partos normais.

Na abertura oficial da programação integraram a frente de honra o prefeito Cleber Fontana, a secretária municipal de Saúde, Aline Biezus, a chefe da 8ª Regional de Saúde Maria Izabel da Cunha, o diretor clínico do Hospital São Francisco, Maico Trevisol, e a representante do NEDDIJ e da Universidade da Criança da Unioeste, Natalia Giongo.

(Assessoria PMFB)

Compartilhe: