Policial
Foto: Arquivo/Polícia Civil

O Setor de Carceragem Temporária (Secat) da 19ª SDP de Francisco Beltrão está nesta quinta-feira (08) com 112 presos. 100 homens na ala masculina e 12 mulheres na ala feminina. Destas duas estão grávidas e aguardam decisão judicial para cumprir prisão domiciliar conforme decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

A decisão do SFT é de que mulheres grávidas ou com filho de até 12 anos, ou mães de filhos deficientes que estejam presas preventivamente tem direito a prisão domiciliar. A decisão deve beneficiar 10% do total de mulheres presas no País.

Na região de Pato Branco na cadeia pública da 5ª SDP, segundo dados do jornal Diário do Sudoeste estão cerca de 200 presos, destes 18 são mulheres e entre elas duas grávidas que também devem se beneficiar com prisão domiciliar.

Um detalhe que chama a atenção é de que a maioria das presas são jovens e a maior parte está presa por envolvimento com o tráfico de drogas.