Região
Imagem Corpo de Bombeiros SC

O Corpo de Bombeiros trabalhou por mais de 27 horas para combater um incêndio de grandes proporções em uma área de reflorestamento na Linha São Francisco, zona rural de Dionísio Cerqueira.

Segundo os bombeiros, a guarnição de Dionísio Cerqueira foi acionada por volta das 21 horas do domingo (16), para atender a um incêndio em vegetação.

Ao chegar no local foi constatado que se tratava de um incêndio em reflorestamento de eucaliptos. Pela extensão da área queimada, deduz-se que o fogo teria se originado ainda no período da manhã ou primeiras horas da tarde. Não se sabe ao certo o fator gerador, porém populares afirmam que foi após queima de lixo próximo.

A equipe, inicialmente, evitou que o fogo atingisse a outras áreas adjacentes, tomando por base as estradas existentes (aceiros naturais), utilizando o Kit Pic-Up, batedores e abafadores para proteção. Devido o terreno ser totalmente em declive, o combate direto as chamas foi descartado. O fogo se estendeu durante toda a madrugada.

Já ao amanhecer devido ao intenso calor e uma grande quantidade de ventos que se instalou, o incêndio começou a tomar proporções maiores. Já ao meio dia de segunda-feira (17) o fogo atingiu as copas dos eucaliptos progredindo mais rapidamente, pulando os aceiros e estradas que, anteriormente, evitavam a propagação.

O Batalhão do Corpo de Bombeiros de São Miguel do Oeste foi acionado para auxiliar no combate. Com a utilização do Drone, foi possível dimensionar com exatidão a progressão do fogo, que já no início da noite, começou a diminuir sua velocidade de expansão, devido a temperatura e os ventos começarem a abrandar.

Logo no início da noite foi definida a estratégia da técnica de fogo contra fogo. Esta técnica usou por base a criação de um aceiro, feito com fogo controlado em vegetação rasteira, em direção ao encontro do fogo original. Algumas horas após, o incêndio em vegetação foi totalmente controlado.

As equipes retornaram no início da madrugada de terça-feira (18). Foram mais de 27 horas de trabalho contínuo, desde o acionamento até sua completa extinção e retorno ao quartel.

A área queimada foi de aproximadamente 16 hectares, foram protegidos mais de 59 hectares entre matas nativas, reflorestamentos de pinos e eucaliptos, além de plantações de milho e outros.

Um caminhão AT (Auto Tanque), 03 AR (Auto Resgate) equipadas com Kit Pic-Up (equipamento de combate ao incêndio em vegetação), além de equipamentos diversos como enxadas, gadanhos, batedores, abafadores, rastelo e bombas costais foram utilizados no trabalho de combate.

Fonte Bombeiros SC