Crime Ambiental
Foto: PMPR

AEN – O serviço de inteligência do Batalhão Ambiental da Polícia Militar encontrou nesta sexta-feira (20) uma empresa de extração ilegal e envaze de palmito Jussara no município de Guaraqueçaba. Foram encontradas três toneladas de Jussara Euterpe edulis (espécie em extinção) e produtos químicos utilizados para a fabricação de conserva, sem os critério de higiene necessários para a preparação. 

Durante o monitoramento na região, os policiais conseguiram identificar e abordar dois homens dentro da fabriqueta. Os envolvidos foram presos e encaminhados para a delegacia para os procedimentos legais. Um deles estava com mandado de prisão em aberto por roubo agravado. 

Também foram apreendidas duas espingardas calibre .32 sem documentação necessária, portanto ilegais, e sete pássaros silvestres. Todo o material foi levado para a sede do Batalhão de Policia Ambiental – Força Verde, em São Jose dos Pinhais. Os autos de infração chegam a R$ 1 milhão.

O Batalhão de Polícia Ambiental realiza ações no Estado a fim de coibir crimes ambientais e reitera a importância da participação da população realizando denúncias através do telefone 181. As intervenções ocorrem na mata e nos rios, visando erradicar a caça e a extração de vegetação nativa.

Agora, o Instituto Água e Terra (IAT) vai dar sequência aos procedimentos administrativos.