Segurança
Foto Adapar

Após a apreensão de 500 litros de agrotóxico contrabandeado da Argentina realizada pela Polícia Militar de Barracão, na noite da última quarta-feira (16/02), fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR), com o apoio da PM realizaram diligências na propriedade do produtor rural envolvido.

Conforme a Adapar, durante a fiscalização no local, os profissionais encontraram um litro vazio de agrotóxico de origem Argentina, configurando desta forma o uso considerado ilegal.

O produto foi apreendido, e lavrados dois autos de infração contra o agricultor. O primeiro por posse de 25 galões de Paraquate de origem Argentina, sem registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa e sem cadastro na Adapar. O segundo por uso de agrotóxico contrabandeado pelo fato de ter sido encontrado um litro vazio de outra marca de produto argentino.

O uso destes produtos é considerado crime e, além das autuações feitas pelos fiscais da Adapar, o usuário será denunciado ao Ministério Público.

A Adapar orienta todos os produtores rurais que a posse, armazenamento e o uso de produtos agrotóxicos sem registro no Brasil e cadastro no Paraná, é uma infração administrativa passível de autuação e com multas variando entre R$ 28.297,50 a R$ 35.835,95, sendo a mesma aumentada em casos de reincidência.

O órgão alerta os agricultores que adquiram seus insumos agrícolas em empresas registradas no órgão com nota fiscal e receituário agronômico. Para verificar quais empresas são registradas é necessário entrar no site www.adapar.pr.gov.br – Consultas Diversas – Estabelecimentos Registrados na Adapar.

Na dúvida, entre em contato as unidades regionais da Adapar em todo estado.