Francisco Beltrão
Foto Polícia Ambiental

No domingo (27), a equipe da Polícia Ambiental, atendeu diversas ocorrências de crimes ambientais na região, sendo constatado em uma propriedade rural em Francisco Beltrão, a violação de um embargo em uma área que já havia sido autuada em 2020, de 6.900 m², também dano em área de Preservação Permanente/Área de Nascentes num total de 15.400m2 e desmate em área de Floresta do Bioma Mata Atlântica, num total de 8.100 m².

As multas são somadas em dobro pelo fato do infrator ser reincidente e totalizaram R$ 69.000,00.

O agricultor além das multas ambientais, responderá criminalmente pelo ato e civilmente em ação civil pública, intentada pelo Ministério Público, sendo que ainda poderá ser novamente aplicas multas decorrentes das ações praticadas.

As áreas foram embargadas e não poderão ser reutilizadas, devendo ser recuperadas em sua totalidade.